Página Inicial / ASSESSORIA DE IMPRENSA / POLÍTICA / Vereador de oposição defende contratações de ‘Nailson Gomes’ e relata economia do transporte legislativo

Vereador de oposição defende contratações de ‘Nailson Gomes’ e relata economia do transporte legislativo

O vereador Gilson Pereira (PROS) contrariou a base de oposição que crítica a gestão do presidente Nailson Gomes a frente da Câmara de Vereadores de Serra Talhada, nessa segunda-feira, dia 2, durante entrevista ao programa Âncora do Sertão, na Serra FM.

Durante entrevista, o parlamentar apontou que o sistema de rotatividade no transporte legislativo funciona normalmente e atende vereadores de situação e oposição. Além disso, afirmou que a gestão da Casa Legislativa tem adotado medidas para retrair os gastos públicos.

“Até agora está tudo correto sobre as viagens da Câmara de Vereadores. Quando é para dividir vai vereador de situação e oposição, mesmo tirando os dois carros do Legislativo ou tendo a disposição somente um, mesmo assim, vai e os vereadores dividem os custos para economizar. Nailson Gomes fez certo em fazer isso para economizar. Nessa denúncia de Antônio de Antenor foi gente da oposição”, disse Dr. Gilson Pereira.

Em relação aos cargos comissionados e as mudanças realizadas pelo vereador Nailson Gomes na administração pública da Câmara de Vereadores, o parlamentar cobrou apenas a realização de concurso público para o desenvolvimento das atividades legislativas, no entanto, defendeu os comissionados que prestam o serviço corretamente.

“A gente reclama da falta de concurso. Hoje na Câmara de Vereadores tem apenas oito pessoas, mas é preciso fazer concurso para mudar, mas, dizer que a câmara tem vários empregados não é verdade, existem cargos de confiança, pois se não tivesse, também, não funcionaria. Temos que falar a verdade, se você não tiver um bom assessor (…) agora é preciso ter concursado para realizar as competências da Casa Legislativa, isso infelizmente não tem, agora se formos acabar os cargos de chefia vamos ter que acaba no estado e em toda esfera administrativa, pois são criados por lei, e não vamos consegui acabar nunca”, completou Dr. Gilson Pereira.(Do Âncora do Sertão)