Página Inicial / ASSESSORIA DE IMPRENSA / POLÍTICA / Sem remorsos, Augusto César critica saída de Pinheiro do São Miguel e diz: “quem o elegeu vereador fomos nós”

Sem remorsos, Augusto César critica saída de Pinheiro do São Miguel e diz: “quem o elegeu vereador fomos nós”

O Deputado Estadual, Augusto César (PTB), concedeu entrevista ao Serra FM Notícianesta quinta-feira, dia 1º, onde assumiu o mérito de afirmar que seu grupo político foi quem elegeu Pinheiro do São Miguel vereador em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. Essa foi à primeira vez que o petebista fez um discurso tão forte e excludente contra o ex-aliado que, inclusive, possui relação familiar.

Augusto César iniciou falando sobre a escolha de Pinheiro, que assumiu publicamente que apoiará o deputado federal, Sebastião Oliveira (PR), a reeleição, e que é adversário político do grupo governista, capitaneado pelo prefeito Luciano Duque (PT).

“Quando ele procurou Sebastião, nós apresentamos outras alternativas que fossem viáveis, mas ele fez uma travessia que não foi boa para o grupo, foi de encontro a tudo que conversamos, tomou uma decisão unilateral; ele poderia apoiar qualquer outro deputado federal da nossa base, exceto Sebastião Oliveira, que é o grande adversário de Luciano e meu, então respeito, mas entendo que essa é uma posição isolada, que não tem nosso apoio”, disse o deputado.

O deputado lembrou, ainda, que Pinheiro foi eleito pelo seu grupo político como vereador de Serra Talhada. “Não é tirando o mérito dele como vereador atuante, mas todas as eleições em que ele se elegeu tem a chancela de Augusto César. E ele é um vereador que tem a marca registrada de Augusto César em suas ações e no seu mandato, já que sempre marchamos juntos, pois existia uma parceria e quem o elegeu vereador fomos nós”.

O petebista, também, voltou a alfinetar o seu adversário, Sebastião Oliveira. “Eu não sei quais foram às promessas que Sebastião fez a ele, mas nós já tivemos uma experiência com ele (Sebastião) no passado, quando estivemos acompanhando sua candidatura e percebemos que ele é desagregador muito mais que agrega politicamente com as pessoas que tem mandato. Agora, ele assumiu esse compromissos com Pinheiro e eu não se se vai cumprir, porque Serra Talhada sabe que ele não tem compromisso político, é uma característica dele. Quando eu estava no palanque dele, tinha o compromisso de me apoiar para deputado estadual e não fez, não cumpriu a palavra política para segurar o que assumiu com o grupo”, disparou Augusto César.(Por Robério Sá)

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com