Página Inicial / ASSESSORIA DE IMPRENSA / INTERNACIONAL / Queda de avião em Cuba deixa mais de 100 mortos, nesta sexta-feira (18)

Queda de avião em Cuba deixa mais de 100 mortos, nesta sexta-feira (18)

Um avião, modelo Boeing 737, caiu nesta sexta-feira (18), logo após decolar do aeroporto internaconal de Havana, em Cuba, informou a TV estatal. De acordo com as primeiras informações, a aeronave levaria 104 passageiros, além da tripulação, e teria caído, em chamas, nas proximidades do Aeroporto Internacional José Martí, às 12h08 locais (13h08 em Brasília). Segundo a imprensa do país, há três mulheres sobreviventes em “estado crítico de saúde”.

Ainda de acordo com a mídia cubana, há dezenas de bombeiros na área onde ocorreu o acidente, e alguns moradores se aproximam para auxiliar no resgate. O presidente de Cuba , Miguel Díaz-Canel, também está no local do acidente.

O voo tinha como destino a província de Holguín, a leste da ilha. Os destroços do avião estão perto da capital Havana, na localidade de Santiago de Las Vegas, a 13 km do centro da cidade.

O nome dos integrantes da tripulação foram divulgados horas depois da queda. O comandante se chamava Jorge Luis Núñez Santos, e outros tripulantes eram Miguel Ángel Arreola Ramírez, María Daniela Ríos, Abigail Hernández García e Beatriz Limón. Também foi confirmado que havia crianças no voo.

Segundo a CNN ,  testemunhas avistaram uma “grande bola de fogo” no céu, seguida de uma nuvem de fumaça perto do aeroporto nos arredores da capital.

Familiares das vítimas que viviam em outras cidades da ilha estão a caminho de Havana para o reconhecimento dos corpos. Ainda não se sabe se havia estrangeiros na aeronave. O governo do País disse que não há informações de brasileiros no voo.

A Cubana de Aviación – companhia aérea nacional – teve de inutilizar parte de sua frota envelhecida por causa de questões de segurança, embora a causa do acidente desta sexta-feira seja desconhecida. Ainda de acordo com as informações do jornal Granma , o avião era da empresa italiana Blue Panorama e foi arrendado pela empresa aérea.

O governo do México emitiu nota afirmando se tratar de um Boieng B737-201 ADV, ano 1979, de matrícula XA-UHZ, da Aerolíneas Damojh, operado pela Cubana de Aviación.

A Boeing, fabricante do avião acidentado, afirmou que está ciente do ocorrido em Cuba e monitorando a situação de perto.(IG)

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com