Página Inicial / ASSESSORIA DE IMPRENSA / POLÍTICA / Gonzaga Patriota participa de conferências para debater a Transposição do Rio Tocantins

Gonzaga Patriota participa de conferências para debater a Transposição do Rio Tocantins

O deputado federal Gonzaga Patriota esteve nesta segunda feira (25) em Palmas/TO participando da Conferência Regional de Mobilização para o 8º Fórum Mundial da Água e da “1° Conferência Estadual da Transposição do Rio Tocantins”, realizada pelo Centro Universitário Luterano de Palmas. A agenda teve como objetivo debater o projeto nº 6569/13 de sua autoria, que trata da transposição do rio Tocantins, que já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, e aguarda apreciação do Senado.

O projeto também prevê a inclusão no Plano Nacional de Viação, da interligação entre o Rio Tocantins e o Rio Preto, com o propósito de assegurar a navegação desde o Rio São Francisco até o Rio Amazonas. Segundo o deputado, no projeto, o canal da obra tem uma extensão total de 733 km, sendo 220 km a partir do Rio Tocantins, passando pela região sudeste do Estado até chegar na região da Garganta, no município de Formosa/BA, de onde seguirá pelo leito do Rio Preto até o Rio Grande por 315 km e, a partir deste ponto, por mais 86 km até desaguar no Rio São Francisco, no município de Barra/BA.

Para Gonzaga Patriota, essa grande obra representa um grande avanço social e econômico para toda região sudeste do Tocantins e o sertão do estado da Bahia; regiões castigadas pela seca. O deputado defende que o projeto de interligação de bacias gerará renda e emprego em Tocantins, e cita como exemplo as interligações iniciadas em Pernambuco: “No nosso estado fizemos duas interligações do São Francisco, uma de Cabrobó-PE para o Ceará e Rio Grande do Norte, com 17 metros cúbicos por segundo de vazão de água, e outra de Floresta/PE para Paraíba e o restante de Pernambuco, com 14 metros cúbicos. Foram investidos mais de 10 bilhões de reais nessas duas interligações; valor que ficou no estado que está fazendo a doação, que é Pernambuco, e empregou mais de 10 mil pessoas. Importante frisar ainda que cidades da região receberam aeroportos e pátios intermodais”, explicou o parlamentar.

Durante o debate, Gonzaga Patriota destacou que o projeto poderá trazer inúmeros benefícios para o estado do Tocantins. “O Rio Tocantins tem muita água. O que propomos é a construção de um pequeno canal para 70 metros cúbicos, saindo um pouco acima do Projeto Manoel Alves no Tocantins até a Serra da Garganta, onde haverá uma queda d’água que vai gerar energia pra toda região do Tocantins, que é carente e sofre inclusive com falta de energia. O Estado ganhará milhares de empregos, além de cerca de 5 ou 6 bilhões de reais que lá serão investidos”, afirmou Patriota.

Questionado sobre o impacto ambiental na região, esclareceu que a água só será utilizada no período de chuvas, quando o Tocantins está com volume de água acima do normal e o excedente escoa para o oceano sem nenhum aproveitamento. “Essa adutora só pegará a água do rio Tocantins quando ele estiver acima da metade do volume. A adutora não permite que a água seja retirada, caso o rio esteja baixo”, frisou. “Achar que o rio morrerá em virtude deste empreendimento é falta de conhecimento, por isso é importante debater e discutir o assunto amplamente.”

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com