Página Inicial / ASSESSORIA DE IMPRENSA / CIDADANIA / Cidades atingidas por enchentes em Pernambuco terão prioridade para receber ‘Cartão Reforma’

Cidades atingidas por enchentes em Pernambuco terão prioridade para receber ‘Cartão Reforma’

Dos municípios pernambucanos atingidos pelas chuvas e enchentes em maio deste ano, 19 vão ser os primeiros beneficiados pelo programa federal Cartão Reforma. O benefício destina recursos para que famílias de baixa renda possam comprar materiais para reformar suas casas e contratar pedreiros. A portaria que regulamenta o programa foi assinada nesta quarta-feira (20), pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo.

Segundo o ministério, as áreas afetadas pelas chuvas terão prioridade no recebimento do cartão do programa, que visa auxiliar famílias com renda mensal de até R$ 2.811. Ao todo, vão ser disponibilizados R$ 25 milhões pelo governo federal dentro do projeto. Além dos municípios atingidos em Pernambuco, essas cidades estão localizadas nos estados de Alagoas, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O documento será publicado no Diário Oficial da União, iniciando o edital, com um chamamento de propostas e seleção de municípios, a começar pelos atingidos por enchentes. De acordo com o ministério, o Cartão Reforma busca atingir parte da população que precisava de moradia melhor, mas não consegue se enquadrar em outras políticas habitacionais.

De acordo com o Ministério das Cidades, a celeridade diz respeito apenas às cidades que tiveram o decreto de emergência reconhecido pelo Ministério da Integração Nacional. Os municípios também devem atender os critérios do Cartão Reforma e o limite financeiro mínimo.

Confira abaixo a relação das cidades beneficiadas:

-Água Preta

-Amaraji

-Barreiros

-Caruaru

-Catende

-Gameleira

-Ipojuca

-Jaqueira

-Joaquim Nabuco

-Maraial

-Palmares

-Ribeirão

-Rio Formoso

-Sirinhaém

-Tamandaré

-Bonito

-Escada

-São José da Coroa Grande

-Gravatá

Chuvas e enchentes

No final de semana dos dias 27 e 28 de maio, chuvas fortes atingem várias regiões do estado, provocando enchentes de rios e deslizamentos de barreiras. Seis pessoas morreram, sendo duas no Recife, duas em Caruaru e duas em Lagoa dos Gatos. De acordo com dados do governo do estado, o número de desabrigados e desalojados chegou a 55,1 mil pessoas no dia 31 de maio.(G1-PE)